segunda-feira, 22 de outubro de 2012

O Irmão do Filho Pródigo


Imagem: Google Imagens

No Evangelho segundo escreveu Lucas, capítulo 15 , versículos de 11 a 32, lemos a parábola do filho pródigo, mas pouco se fala do filho mais velho, e olhando atentamente para esse personagem, podemos reconhecê-lo em nosso meio, e algumas vezes em nossa vida mesmo. Quantas vezes já ouvimos frases como essas: "Eu trabalho há tantos anos na igreja, sempre cantei no coral, ajudo a cuidar das crianças, trabalho como recepcionista, arrecado e distribuo cestas básicas para os necessitados, mas parece que Deus não me vê, nem mesmo o Pastor,  e, de repente, aquele irmão que estava desviado há tanto tempo,  volta para a igreja e todas as portas se abrem para ele, o céu se abre pra ele, todos o acolhem com amor e carinho".

É, parece mesmo injusto, mas felizmente, Deus não vê como nós vemos, Deus vê e conhece nosso coração, e se realmente realizamos de coração nossas tarefas, não esperando reconhecimento, nem nada em troca, tudo o que DELE já nos pertence; todo ouro e toda prata.
Não precisamos de festa para comemorar nosso  retorno, porque nunca partimos, não precisamos de banquete de recepção, pois já há uma mesa espiritual posta para nós, não precisamos de anel, porque já temos a marca da promessa, vestes novas já recebemos quando aceitamos o sacrifício de Jesus por nós e nascemos de novo em Cristo, não precisamos de sapatos novos, pois em lugar santo se tira as sandálias.
Querido irmão, não deixe que o ciúme, o egoísmo e a ingratidão, até mesmo sua falsa justiça humana te deixem fora do céu, não recuse entrar por orgulho. Entretanto, se você realmente for um filho de Deus, não se preocupe, pois se você se recusar a entrar, Deus sairá ao seu encontro e te dirá: “ meu filho, você está sempre comigo, e tudo que tenho é teu” (Lucas 15:31), vamos nos alegrar hoje tem festa no Céu. Amém?

Nilton Lino

Nenhum comentário:

Postar um comentário