segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Carência de você

A noite hoje está quente e o sono fugiu.
Não sei ao certo porque da inquietação
que aflige o meu espírito.
Entretanto sei que o que mais me incomoda
é a sua ausência.
Você não está aqui
e meu coração desanda a doer, doer, doer...
Somos você e eu, eu em você,
você em mim.
Somos nós.
E nessa complementação do nós
você sem mim, eu sem você,
me sinto só.
Só na noite quente.
Meu corpo anseia pelo seu.
Seu corpo completa o meu.
Sua alma inspira a minh'alma.
Carente de você sempre serei.
Volta...
Vem completar meu ser,
Vem tirar-me dessa solidão,
Vem aquecer meu coração.
Eu sozinha não sou ninguém.
Amo você e pra sempre vou te amar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário